Como buscar um sono de qualidade contornando os impactos da propagação do novo coronavírus e os efeitos do isolamento social

 

Por Amanda Jús

 

Melhore seu sono

 

Estamos vivendo um momento único em muitos sentidos. A pandemia traz não só o medo da doença, mas diversas incertezas relacionadas a economia, a dificuldade de se planejar a médio e longo prazo, a mudança repentina na rotina e uma onda de ansiedade sobre as expectativas que rondam a vida pós-pandemia. 

 

Frente a tudo isso seria prepotente de nossa parte dizer que temos a resposta para todas essas questões, mas como poderíamos contribuir, nem que fosse um pouquinho, em afastar esses medos em prol de uma boa noite de sono? 

 

Na prática clínica, desde o início da pandemia houve um aumento de pessoas sofrendo de insônia, que já tinham essa queixa e notaram um agravamento da intensidade da dificuldade para dormir ou aumento da frequência de noites mal dormidas, bem como o de pessoas que não costumavam ter insônia e que passaram a sofrer desse problema. 

 

É inegável que a Covid-19 veio para mudar a rotina de grande parte da população. Insônia, sonambulismo, apneia do sono, bruxismo, narcolepsia e outros distúrbios do sono são muitas vezes amplificados por uma preocupação exacerbada e mesmo por instabilidades emocionais e, em meio a essa reviravolta psicológica, não é de se estranhar que o estresse e a ansiedade gerados nesse momento ajam contra o nosso sono. 

 

A Zissou, principal marca de sono do Brasil, nos convida a refletir com seu questionamento: se nos últimos meses foi necessário adaptar o nosso modo de viver, não seria também esse o momento de olharmos com mais cuidado para a forma como dormimos? 


Matthew Walker, intelectual com grande destaque voltado para o tema do sono, ressalta em uma conversa virtual, parte da série TED Connects, junto ao apresentador Chris Anderson, que uma boa noite de sono talvez nunca antes tenha sido tão importante.

Uma boa noite de sono talvez nunca antes tenha sido tão importante” - Matthew Walker

 

Walker, PHD e especialista no impacto do sono na mente e no corpo, lembra como, além de ser uma necessidade fisiológica, o sono proporciona uma sensação de bem-estar, o descanso físico e mental, favorece a restauração e recuperação energética do corpo, a consolidação do aprendizado e também o aumento da defesa imunológica e de benefícios para a saúde mental.

 

Conforme publicado pela Medicina Puc Rio, dormir menos de seis horas por noite aumenta a suscetibilidade a doenças infecciosas, podendo até diminuir a eficácia da vacina contra a gripe.

 

Mencionando a famosa expressão sleep it off, Mathew Walker enfatiza que dormir bem ajuda sim o seu sistema a combater infecções e lembra que o sono não é só um aliado do seu sistema imunológico, sua saúde mental também está intimamente associada com a qualidade e a quantidade de sono que você obtém.

 

Pegou no soninho durante a leitura? Não tem problema! Resumimos AQUI as principais dicas de como dormir mais e melhor!

 

 

COMO CONTROLAR NOSSAS EMOÇÕES EM BUSCA DE UM SONO MELHOR

 

 

Ansiedade, angústia e até mesmo desesperança são sentimentos que ganham espaço e que impactam em várias esferas da vida cotidiana, incluindo a qualidade do sono.

 

Para superar essas dificuldades, especialistas ressaltam a importância da rotina, da boa alimentação e da prática de atividades físicas

 

Evitar aquele lanchinho antes de dormir e realizar exercícios durante o dia melhoram a qualidade do sono durante a noite, garante Matthew Walker, que ainda provoca dizendo que temos mais tempo para dormir do que nunca, então como podemos e o que devemos fazer para colocar isso a nosso favor?

 

Valiosíssimas, suas dicas começam com um pedido simples: seja gentil consigo mesmo.

 

Faça meditação, leia um livro ou tome um banho quente. Além de ajudar a relaxar, o banho faz com que o sangue suba para a superfície da sua pele e quando você deixa a água quente essa temperatura é liberada gradualmente pelo seu corpo, diminuindo sua temperatura e ajudando você a dormir mais rápido e mais profundamente. 

 

Mantenha seu alarme se achar necessário, mas em contrapartida retire do espaço em que você dorme qualquer informação sobre as horas. Ver que já passa das 2am e você não consegue dormir só contribui ainda mais com a ansiedade, gerando estresse e aumentando hormônios como o cortisol, que te colocam em alerta e afastam ainda mais o seu sono. 

 

Teve uma péssima noite e não dormiu bem?

 

Não tente ficar na cama até mais tarde no dia seguinte. Acorde no seu horário normal, de forma a manter a rotina do seu relógio biológico. Também não vá para a cama antes do horário que você normalmente iria. Lutar para tentar dormir tem o mesmo efeito de sentar à mesa esperando ficar com fome. 

 

Ao ir para a cama sem sono, você acaba por aumentar as taxas de ansiedade criadas pela expectativa de querer dormir e não conseguir. Além disso, Walker ressalta que com tal comportamento você condiciona o seu cérebro a associar sua cama, um espaço que deve ser de repouso e relaxamento, a um lugar que contribui com a ansiedade e estresse, ou seja, não reforce para o seu cérebro que aquele espaço gera ansiedade - faça algo diferente e só volte, confidente para a cama, quando se sentir sonolento. Estimule seu corpo a encarar aquele espaço como o lugar ideal para dormir

 

Evite sonecas durante o dia, principalmente no final da tarde. Se você dorme durante o dia, você não vai sentir sono a noite.

 

E o mais importante, parafraseando Dr. Michael Grandner, certificado pelo Conselho em Medicina Comportamental do Sono, Walker lembra que, se você tem um tornozelo torcido, nenhuma dica é boa o suficiente até que você resolva o problema do seu tornozelo. Da mesma forma, se mesmo após seguir todas as recomendações que visam melhorar suas noites de sono, você ainda não está dormindo bem, é importante que procure um especialista, obtenha um diagnóstico efetivo e o tratamento específico para o seu caso.

 

Dica de ouro: seus produtos de sono devem agir a seu favor e não ser outro motivo para te roubar o sono!

Produtos de sono Zissou


Para isso, a Zissou não só simplifica o processo de decisão, trabalhando com produtos únicos de altíssima qualidade, como garante o conforto e suporte necessário para suas noites de sono.

Além disso, você tem frete grátis para todo o Brasil, entrega expressa, sem contato físico e 100 dias de experimentação na sua própria casa. Não amou o produto? É só entrar em contato e receber seu dinheiro de volta. 

 

Dormir bem nunca foi tão simples assim!